3 de outubro de 2009

fogo e noite.


foi numa noite quente de verão que eu vi o fogo fundir-se com o negro do céu.

as chamas baloiçavam ao som de yann tiersen, harmoniosas. sentada à beira do rio, pensava no plano infinito e na hermenêutica das coisas simples, tentando explicar a mim mesma como é que uma figura jovem, tão frágil quanto ágil, tão mágica quanto banal, conseguia, com duas tochas, um rádio e um anfiteatro de rua, um espectaculo tão vivo e rejubilante.

e dançámos, noite fora, numa valsa interminável: eu, o fogo e a escuridão.

3 comentários:

Ana Catarina Gonçalves disse...

Yann Tiersen! Adoro... Fui ao concerto no ccb em Julho. :)

Anônimo disse...

oh banda sonora de um destino! :)
fogo e noite. um casamento perfeito.

Inês
(não sei porque raio não deu para publicar sem ser em anonimo)

trapos e companhia disse...

Olá, gostava de convidar-te a conhecer o meu blog.
É um blog de venda de roupa calçado e acessórios de moda.
É um sítio onde podes encontrar tudo o que uma mulher gosta, a preços muito em conta. Com oferta dos portes de envio para encomendas de valor igual ou superior a 10€. Aproveita e boas compras.
http://trapos-companhia.blogspot.com/