6 de outubro de 2008

sexto.


Se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo...
(principezinho)


cativaste-me. esse teu jeito despenteado que me encanta cada vez que te leio. agora sim, posso dizer que encontrei o meu porto de abrigo, a minha metade da fruta. apertas-me a mão, segredas-me ao ouvido: amo-te. baixo os olhos, sorrio, revigorada pela ousadia corajosa de não querer voltar a perder.

9 comentários:

Rafa disse...

esse rapaz é um sortudo

annie disse...

pois és :p

kitty disse...

podia de facto ser muito lamexas mas, surpreendentemente (ou não) está fantástico... sweet anne... pardon my english: sweet anne in love :)
PS: me too love you :P

kitty disse...

ah esqueci-me: eu ainda sou do tempo da angústia da página em branco... quem diria...

Anônimo disse...

Escrito com a alma, sentido com o coraçao.. :) so cute! Adoro te

elsi disse...

achei lindíssimo o q escreveste! embora não compreendo o seu jeitinho despenteado :p

chama-se amor e se estás feliz , estou feliz por ti! :) @

Anônimo disse...

[Family photos depict smiling faces... births, weddings, holidays, children's birthday parties.
People take pictures of the happy moments in their lives.
No one ever takes a photograph of something they want to forget.]

Sy Parrish (Robin Williams) from "One Hour Photo"

um filme que adorei, e que ainda ontem te falei, repara na ultima frase.

penso que nao é só para alguém que escreve isto, mas imagino que gira á volta um ser inspirador,dai a origem deste "poema"...

um beijo

Hélder

Camões disse...

realmente o meu cabelo despenteado tem um jeitaço, como reparaste? =P

dps vem dizer que o meu poema é "corny" vem! (ou será "horny" xD)

annie disse...

AHAH